Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

27
Abr 11

Alguns anos atrás, um meu ex-professor me mostrou uma análise de sangue; o que eu vi me deixou impressionado.

 

Os cinco principais parâmetros do sangue, ou seja: uréia, colesterol, glicemia, lipídeos e triglicerídeos apresentavam valores que, em muito excediam os níveis permitidos.

 

Comentei que a pessoa com aqueles índices já deveria estar morta ou, se estava viva, isto seria apenas por teimosia. O professor, então, mostrou o nome do paciente que, até então, tinha sido ocultado pela sua mão. O paciente era ele mesmo!

 

Fiquei estupefato! E comentei: "Mas como? E o que você fez?". Com um sorriso, ele me apresentou a folha de uma outra análise, dizendo: "Agora, olhe esta, compare os valores dos parâmetros e veja as datas".

 

Foi o que eu fiz. Os valores dos parâmetros estavam nitidamente dentro das faixas recomendadas, o sangue estava perfeito, impecável, mas a surpresa aumentou, quando olhei as datas; a diferença era de apenas um mês (entre as duas análises da mesma pessoa)!

 

Perguntei: "Como conseguiu isso? Isso é, literalmente, um milagre!" Calmamente, ele respondeu que o milagre se deveu a seu médico, que lhe sugeriu um tratamento obtido de outro médico amigo. Este tratamento foi utilizado por mim mesmo, várias vezes, com impressionantes resultados.

 

Aproximadamente, uma vez por ano, faço análise de meu sangue e, se algum dos parâmetros estiver apresentando tendência ao desarranjo, volto imediatamente a repetir esse processo. Sugiro que você o experimente.

 

Aqui está o SEGREDO: Semanalmente, por 4 semanas, compre, na feira ou em supermercado, pedaços de abóbora. Não deve ser a abóbora moranga e sim a abóbora grande, que costuma ser usada para fazer doce.

 

 Diariamente, descasque 100 gramas de abóbora, coloque os pedaços no liquidificador, junto com água (SÓ ÁGUA!), e bata bem, fazendo uma vitamina de abóbora com água. Tome essa vitamina em jejum, 15 a 20 minutos antes do desjejum (café da manhã). Faça isso durante um mês, toda vez que o seu sangue precisar ser corrigido. Poderá controlar o resultado, fazendo uma análise antes e outra depois do tratamento com a abóbora. De acordo com o médico, não há qualquer contra-indicaçã o, por tratar-se apenas de um vegetal natural e água (não se usa açucar!).

 

O professor, excelente engenheiro químico, estudou a abóbora para saber qual ou quais ingredientes ativos ela contém e concluiu, pelo menos parcialmente, que nela está presente um solvente do colesterol de baixo peso molecular : o colesterol mais nocivo e perigoso - LDL .

Durante a primeira semana, a urina apresenta grande quantidade de colesterol LDL (de baixo peso molecular), o que se traduz em limpeza das artérias, inclusive as cerebrais, incrementando, assim, a memória da pessoa.

 

Há apenas um inconveniente: o sabor da abóbora crua não é muito agradável! Nada mais.

 

Porém, há um detalhe importante: nem a abóbora, nem a água poderão ir para a geladeira, porque a refrigeração destrói os ingredientes ativos da vitamina. Esta é a razão de ter que comprar, semanalmente, a abóbora, pois, fora da geladeira, ela se estraga rapidamente.

Referência:
[1] Salvatore de Salvo e Mara Teresa de Salvo, Novos Segredos da Boa Saúde, Editado pela Biblioteca 24x7 [ www.biblioteca24x7. com.br ], São Paulo-SP, novembro 2008.

 

 


 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 03:02

24
Abr 11

 

Eu tinha 25 anos no dia 25 de Abril de 1974.

Uma família...dois filhos pequeninos...rapazes.

Um peso tremendo sobre a cabeça e o coração...porque havia uma guerra que nunca mais acabava...e, pensava eu... "o tempo passa depressa e qualquer dia os meus meninos são mobilizados".

Sentia-se um descontentamento grande...

"Conversas em Família", em que o 1º.Ministro Marcelo Caetano, de óculos e ar paternal (?), nos falava, no écran da TV, de tempos de vacas magras...

Além disso e, apesar de já se viver na Primavera Marcelista, falar livremente do nosso descontentamento era algo muito perigoso...

Era-se preso por tudo e por nada e os "bufos" ouviam onde menos se esperava...

Governados há 40 anos por Salazar e há uns 4 por Marcelo...Sem ELEIÇÕES! Sem ESCOLHA!

Que sufoco!

Mas...havia no ar qualquer coisa que nos falava de esperança!

16 de Março de 1974...alguns valentes militares arriscaram-se e acabaram exilados nos Açores...

Mas outros valentes cá ficaram e naquele dia 25 de Abril de 1974 deram ao Povo Português a suprema alegria de saber o que era a Liberdade!

Tenho muitas saudades desse dia!

Só quem o viveu com o coração aberto à esperança sabe do que estou a falar! Foi uma emoção irrepetível! E tenho muita dificuldade em entender quem tem saudades do 24 de Abril!

Como a memória é tão curta...

Talvez hoje Portugal não viva num mar de rosas...mas a culpa NÃO é do espírito do 25 de Abril.  

A culpa é de todos nós, da nossa vivência do dia a dia, da descrença na política e das escolhas que temos feito, ou seja...alguns dos políticos que elegemos e nos governam (?), uns são honestos e empenhados,  outros é o que se sabe...e nunca são responsabilizados!

Continuamos "pobretes mas alegretes" e gostamos de pensar que ter este "fado" é fatal como o destino...

Não é! Temos o dever de exigir aos que elegemos que nos governem com seriedade e sabedoria! 

Creio que a Liberdade que nos foi oferecida tem sido usada com displicência ao contrário da sua vertente cívica e construtiva.

Somos um Povo que durante mais de 8 séculos de História sobreviveu a várias crises e ainda está vivo e quando queremos, sabemos arregaçar as mangas e lutar por melhores condições de Vida!

Se já temos a Liberdade essencial para respirar e viver vamos fazer  como diz a cantiga:

" Somos um Povo que cerra fileiras,

  parte à conquista do Pão e da Paz"

Por isso não nos deixemos abater com mais esta crise!

Vamos,  cada um de nós,  fazer a nossa parte, na consciência de que o nosso contributo é para o bem de todos, e assim teremos motivos para continuar a sentir e a dizer com alegria:

- "25 de Abril...SEMPRE". 

 

 

 ...e...através deste vídeo cujo autor felicito, é sempre bom recordar p´ra que a memória não se torne curta...

 

 

 

 

 

publicado por Belisa Vaio às 22:55

Diz a Sabedoria Popular que, "Carnaval em casa...Páscoa na rua"!
Este ano, está a cumprir-se a tradição! Depois de uma Semana Santa bem molhada,  o domingo de Páscoa amanheceu soalheiro, azul celeste e florido!
Nas nossas aldeias, por onde ainda levam o Senhor, enfeitado de flores,  a passear pelas ruas juncadas de rosmaninho e anunciado com o toque da sineta, a alegria e o brilho do sol contagia as pessoas e todas se cumprimentam:
- Boas Festas!
As mãos apertam-se, dá-se um abraço e até zangas e mágoas se afastam  e nunca mais se lembram!
Adivinhava-se que estivesse um dia lindo!
É que... este ano o Carnaval foi molhado...lembram-se?

publicado por Belisa Vaio às 15:35

21
Abr 11

 

Cada terra com seu uso...

Pois é...aqui por estes lados, o folar da Páscoa chama-se "Bolo da Páscoa".

De norte a sul de Portugal, por esta época, a tradição ainda é o que era! Amassam-se quilos e quilos de folares, doces ou salgados, enfeitados ou não com ovos cozidos.

Na minha região é assim, com este aspecto.

E com uma massa suave, leve e amanteigada.

Nas freguesias que envolvem  Cantanhede , fabrica-se com ligeiras diferenças...

Na Pocariça - o que conheço melhor - é feito com ovos, farinha de trigo, fermento de padeiro, um pouco de leite, manteiga de vaca, açúcar e sal q.b..

Noutras, perfuma-se com raspa de limão, mas, confesso, para mim não há melhor que o da minha aldeia! 

Ainda há famílias onde, por norma, ámanhã, 6ª.feira Santa, se amassam uns bons quilos de bolos! Dia de trabalho e suor!

Antigamente os homens eram chamados a pôr a sua força muscular em acção e valia a pena, pois a massa crescia que era um gosto vê-la! E se calhar as gotas de suor que caíssem nos alguidares de barro também ajudavam a levedar mais depressa!

São muito trabalhosos, mas vale a pena!

Depois de tudo bem amassado e batido, benze-se a massa, abafa-se em lugar quente e quando estiver bem lêveda, volta a carregar-se e deixa-se crescer novamente.

Chega a altura de tender os bolos. Em toalha enfarinhada colocam-se afastados uns dos outros para voltar a crescer.

E chega a hora do forno:  dobram-se,  pincelam-se com azeite e gema de ovo e vão a cozer, de preferência em forno de lenha.

No fim...é aquele cheirinho que trai qualquer segredo...

E depois...é conforme o gosto pessoal! Saboreia-se acompanhado de uma boa caneca de café, ou com uma bela fatia de queijo da Serra e um copo de Branco da Pocariça...o melhor da Bairrada...para mim, claro!

Feliz Páscoa!

................................................................................................................

Com grande satisfação, verifico que muitos leitores procuram a receita desta delícia! Por isso vou deixá-la aqui, tal como eu a faço,   fazendo votos para que resulte bem!

 

BOLOS DA PÁSCOA

 

1 Kg.de farinha de trigo, sem fermento.

300 gr.de açúcar

8 a 10 ovos (conforme o tamanho ou a massa pedir) mais um para pintar antes de ir ao forno.

125 gr.de manteiga de vaca

50 gr.de fermento de padeiro

Sal

 

Logo de manhã cedo preparar o fermento:

 

Retirar 100 gr.da farinha e numa taça juntar ao  fermento de padeiro esfarelado com os dedos.  Dissolver tudo com um pouco de leite tépido e deixar repousar até à noite.

 

 

Num alguidar, juntar á restante farinha a pouco e pouco, os ovos (gema e clara) bem batidos com uma pitada de sal. De seguida o açúcar e o fermento anteriormente preparado..

Quando tudo estiver bem amassado,  juntar a manteiga derretida em banho-maria. Continua a sovar-se a massa, até enxugar e sem juntar mais farinha  .

O ideal é que não se pegue ás mãos…É um trabalho difícil e cansativo e demorado…

De seguida dá-se a forma de uma bola, polvilha-se com farinha e deixa-se levedar cerca de 8 horas.

De manhã, quando a massa estiver lêveda, “carrega-se” mesmo para perder o volume e dobra-se sobre si…Fica mais 4 horas a levedar …

Passado este tempo ,estende-se uma toalha numa mesa e polvilha-se com farinha.

Divide-se a massa em 2 ou 3 bocados. Descansam mais 1 hora!

Antes de ir ao forno ( o ideal seria forno de lenha…), espalmam-se em circulo e dobram-se como a foto do Blog.

Untam-se com azeite e pincelam-se com gema de ovo desfeita num pouco de leite.

 

Sucesso e boa companhia para o saborear! Se não se comer todo, o que sobra, faz-se em fatias torradas com manteiga!

 

 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 Hoje é 2ª.feira da Páscoa de 2013!

Passando por aqui, verifiquei que, nesta época festiva, fomos visitadas por muitos amigos e amigas que se quizeram deliciar com um Bolo da Páscoa bem tradicional...

Sentimo-nos muito felizes por , através deste Blog, partilharmos a nossa pouca e humilde sabedoria...

No entanto ficamos sem saber se a receita saiu bem, se os bolos cresceram e ...sobretudo...se gostaram!

Por isso, ficamos à espera de notícias vossas! Deixem o vosso comentário!

Um abraço!

Sofia

 

publicado por Belisa Vaio às 17:58

17
Abr 11

Interessante depoimento do médico Arnaldo Lichtenstein, sobre a confusão mental que acomete os idosos:

 

"Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:
 - Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?
Alguns arriscam: "Tumor na cabeça".
Eu digo: "Não". 
Outros apostam: "Mal de Alzheimer"  
Respondo, novamente: "Não".
A cada negativa a turma se espanta...
 
E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:
- diabetes descontrolado;
- infecção urinária;
- a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa e não ingeriram líquidos!
      
Parece brincadeira, mas não é. Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos.
Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez.
A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo.

 

Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos
batimentos cardíacos (batedeira), angina (dor no peito), coma e até morte.
   
Insisto: não é brincadeira.
Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.
Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica.


Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de  tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.


Conclusão:
Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.
Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.
    
Por isso, aqui vão dois alertas:

 

1 - O primeiro é para vovós e vovôs ( nós mesmos): tornem voluntário o hábito de beber líquidos.
Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite. Sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é, a cada duas horas,botar algum líquido para dentro. Lembrem-se disso!
   
2 - Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam constantemente líquidos aos idosos. Ao mesmo tempo, fiquem atentos. Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção.
É quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação.
"Líquido neles e rápido para um serviço médico".
      
   
    (*) Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).
   
    *    Gostou?
    *    Então divulgue. 
    *    Seus amigos merecem saber!

 

publicado por Bete do Intercambiando às 23:05

15
Abr 11

imagem_simplicidade

 

Felizmente que muito se fala hoje de Desenvolvimento Pessoal...

Entre teorias e práticas o Ser humano tende a buscar, por todos os meios ao seu alcance, "Algo" que o toque, lhe deixe uma marca e lhe indique um Caminho a percorrer, por onde se sinta a viajar em Paz.

Tudo à nossa volta nos pode indicar esse Caminho...o Outro, um  livro, um filme...uma FRASE.

Deixo aqui algumas, das centenas que a Vida me mostra...

A Sabedoria da Vida é Universal!

 

"Às vezes é preciso destruir a ponte por onde passámos, para não ter a tentação de voltar para trás."

 

"Em qualquer transe da Vida, tudo venceremos se nos dispusermos a esquecer o mal, a crer no Bem e a servir com Amor."

 

"Um beco sem saída é um óptimo sítio para fazer inversão de marcha."

 

"Se tu não mudares, nada muda á tua volta."

 

"Se pensas que estás a controlar alguém, esse alguém é que te está a controlar a ti."

 

"Nunca se deve casar com alguém a quem nunca vimos doente com gripe!!"

 

"Quem semeia expectativas, colhe desilusões."

 

"Se cada um de nós ajudar um Ser humano, o Mundo inteiro ficará muito melhor!."

 

"A verdadeira estabilidade tem que começar dentro de nós. Apoie-se em princípios nobres, sólidos e verdadeiros."

 

"Os filhos não são nossos. Vêm através de nós."

 

"Aquilo que digo hoje com o coração, será repetido amanhã por milhares de corações."

 

"Devemos regozijar-nos com a Beleza do momento, em vez de pensar na tempestade que virá."

 

"Os que desprezam os pequenos acontecimentos, nunca farão grandes descobertas...

 Os pequenos acontecimentos  mudam grandes rotas!."

 

"Quem pensa muito, atormenta-se demasiado."

 

"Os mais ricos não são os que têm mais mas os que precisam menos."

 

"A sensibilidade, a intuição e a observação dos sinais que a Vida nos mostra, são a representação de uma Sabedoria que está para além da racionalidade humana.

Nada é por acaso, sabemos disso instintivamente, embora o reneguemos tantas vezes".

 

 

 

 

 

   

publicado por Belisa Vaio às 11:13

04
Abr 11

Tenho falado lá no Intercambiando sobre meus novos amigos, jovens ( 16, 18 anos), e do quanto  tem me feito bem conviver com eles, e observar a gama de interesses e de talentos que os envolve!...Estudo com eles, os observo, e vejo neles,  vencedores!

 

Mas, este, que aqui posto um poema, hoje, Zé Zuppani, jovem também, não estudamos juntos!....Conheço-o pessoalmente, de uma única vez, mas seus trabalhos com fotografia, quando os recebo é sempre uma agradável surpresa...Imagens captadas por olhos experientes e talentosos.

 

Já publicamos aqui mesmo,  no Sabedoria, um trabalho seu!...Tem mais alguns trabalhos lá nas Mil e uma faces do Brasil , também!....Mas, aos que quiserem ver seu talento e da família toda ( pai e irmão), por completo, visitem o http://www.fotonatural.com.br  . Ah!...Ele tem um blog também http://infotoarte.blogspot.com/

 

Mas, vamos ao poema, que tenho certeza, gostarão!

 

O nome do poema é VEGETARIAMOS

                                                                                 

 

                                                                                           

sol,

tanto e grande sol!

fama de astro, de drama, em chama.

raios de energia, geração de vida no planeta estufa.

folhas e mais folhas. Verdes folhas molhadas de chuva!

lindos pedaços verdes de poderosíssima evolução. Da luz se faz

alimento aos bichos e nós...bichos. Frutificamos da energia solar.

verdadeiros frutos dessa copa hão de vir, é época. Porém, antes,

lindas flores a desabotoar; coloridas de delicadeza. Néctar

aos visitantes que de tamanha sede não percebem o que

estão a fecundar. Sim, os recomendáveis frutos

de nossa dieta. Lambuzados em suculência e

deliciado pelos frutos esquecemos suas

sementes ao chão. Germinam

novos troncos.

tronco casca,

seguro forte.

casca e látex,

seiva de lucro.

madeira de lei

sem lei. Início do

fim. Madeira imóvel

aos nossos móveis, um

eterno monumento à morte.

esperança! raízes filtram o caos,

a lama. água; terra; crianças. nossa

ultima raiz.

 

 

 

 Este é um de seus trabalhos fotográficos que gosto muuuuiiittto mesmo!

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 22:43

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

18
19
20
22
23

25
26
28
29
30


links
PESQUISAR
 
VISITANTES

contador de visitas
NOSSOS AMIGOS
subscrever feeds
blogs SAPO