Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

16
Jul 11

É férias escolares aqui no Brasil e haja programas para fazer com as crianças!...Todos os dias procurar atividades que reunam lazer, mas que também despertem interesses aos pequenos.

 

Ontem, estivemos em um imóvel tombado pelo CONDEPHAAT (Conselho de defesa do Patrimonio histórico, arqueológico, artístico e turistico), órgão do governo do Estado de São Paulo. O imóvel, uma casa em Americana construída por volta de 1902, faz parte da Vila Carioba, um complexo  arquitetônico tombado. Faz parte dele uma igreja, uma antiga fábrica de fitas e elásticos, situada a Av Carioba; Antigo grupo escolar, antiga sede da Associação de Mútuo Socorro; Residência Hermann Muller (integral), incluindo casa do caseiro, antiga garagem e antigo celeiro,(onde estivemos) tratamento paisagístico da piscina e terreno vizinho – que abrigará o orquidário municipal; Remanescente de residência do conjunto da vila operária; açougue da caixa d’água; usina cariobinha e conjunto de galpões de fábricas têxteis.

 

Ao mesmo tempo que nos alegramos em ver o complexo tombado ( foi tombado oficialmente, em Dezembro do ano passado),  nos entristecemos com a aparência de abandono dele.

 

Na antiga usina, com sua barragem intacta, uma solidão só!...Descemos curiosas para ver a construção, mas tudo ao seu entorno lembrava uma cidade abandonada!...Avistamos uma pessoa e corremos ansiosas para trocar informações, mas não tivemos coragem de nos aproximar, quando, já mais próximas, avistamos o que ele fazia: drogava-se!...Voltamos correndo  mais assustadas do que já estávamos!

 

 

 

No caminho, poucas casas restaram da vila operária, e estas, claramente invadidas com resquícios de roupas sujas, garrafas pet, uma tristeza.

 

A residência Hermann Muller, uma linda construção, não saberia dizer exatamente o estilo, até bem preservada, não fossem os pontos de umidade frequentes.

 

 

 

Lá, na residência, quase nada sobre a construção propriamente dita!

 

Ficou um gostinho de "quero saber mais, mas para quem eu pergunto", pois, apesar de ter quatro funcionárias, nenhuma habilitada prá isso!

 

Percebe-se que houve uma vontade política mas não uma vontade histórica e didática!...É uma pena, pois o cidadão comum brasileiro tem vontade de aprender, haja vista, o livro de presença!

 

O que mais me fêz feliz, foi observar minha netinha, de apenas 7 anos, curiosíssima em conhecer todos os detalhes da construção, e seu rostinho espantado querendo saber o que tinha atrás de cada porta, como se estivéssemos andando em um castelo encantado!...Foi bom demais!

 

Algumas fotos da parte interna do imóvel. Ficaram um pouco escuras, mas dá para se ter uma ideia:

 

 

 

 

 

 

 

Uma foto da casa quando a família residia

 

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 19:03

Olá Bete!
Fiquei curiosa e aprendi que os vossos edifícios tombados, aqui, deste lado do oceano são os assinalados como de "interesse público".
Esse complexo é muito interessante e rico - aliás fui saber mais acerca dele - e vai chegar o tempo em que há-de ser recuperado e colocado ao serviço da cultura e lazer! O problema passa sempre pela falta de dinheiro...
É o que se passa por cá! Temos um património, público e privado, a cair aos bocados. Se fosse mais respeitado seria uma mais valia para o Turismo, uma das nossas fontes de riqueza...
Belisa Vaio a 18 de Julho de 2011 às 17:14

Amiga
Tens toda razão, tudo para por conta da falta do dinheiro!...
Contudo, o que mais indigna é que, grande parte do dinheiro brasileiro vai para pagar o número descontrolado de políticos!...Se tivéssemos menos parlamentares, creio, sobraria muito dinheiro prá tudo, e, o presidente Lula, mostrou isso, em sua gestão, liquidando nossa dívida com o FMI...Não é falta de dinheiro, é falta de distribuir melhor este dinheiro, e ter menos corrupção....Infelizmente, esta é uma praga que a cada dia tem que ser combatida, e, tenho fé, que as próximas gerações serão melhor educadas, para não aceitar este tipo de coisa.
Um grande Abraço
Bete

Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
28
29
30

31


links
PESQUISAR
 
VISITANTES

contador de visitas
NOSSOS AMIGOS
blogs SAPO