Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

09
Jul 12


Coimbra viveu nos últimos dias,  momentos de grande elevação espiritual, com a descida à cidade da Rainha Santa Isabel. 

Nascida em Aragão (hoje uma região de Espanha), casou aos 12 anos com o nosso jovem rei D. Dinis, o Lavrador. Do que aprendemos, dum modo simplista,  da História de Portugal, foi esposa e mãe dedicada e sofrida, quer por causa das aventuras amorosas do marido, quer apaziguando  várias vezes as guerrilhas entre o marido e o filho D. Afonso IV, que veio a reinar como o Bravo. 

Senhora muito piedosa, após o falecimento do rei,  recolheu-se ao mosteiro de Santa Clara-a-Velha junto das freiras clarissas e viveu sempre dando testemunho da bondade que lhe ía na alma. Creio até que não há no mundo um português que não guarde no coração a imagem da nossa Rainha no momento sagrado em que se transformava o pão em rosas...o Milagre das Rosas!

Na nossa cidade, como é de tradição, as celebrações em sua honra acontecem em anos pares, por volta do dia 4 de Julho (data em que faleceu) e os pontos altos são as procissões que se realizam na noite de 5ª.feira, em que a nossa Rainha desce do seu mosteiro em Santa Clara,  para ficar mais perto dos crentes numa igreja da cidade - este ano o mosteiro de Santa Cruz -  e na tarde do domingo seguinte, quando regressa ao seu lar, na colina sobranceira ao rio Mondego e onde nos fica a abençoar.

Assistir a esses eventos é testemunhar a fé e a reverência que milhares de pessoas devotam à Raínha Santa.

Este ano,  os  tempos de incerteza e angústia que vivemos, encontravam-se espelhados em mãos postas e olhos suplicantes, como que a pedir que  milagres de rosas voltem a acontecer e a prática da caridade que ela nos ensinou, abranja todos os que mais precisarem.

Partilho aqui a sua saída da igreja de Santa Cruz a caminho de Santa Clara, saudada pela fé de milhares de pessoas.       


publicado por Belisa Vaio às 14:30

É sempre muito gratificante ver a fé de um povo, principalmente as que movem tantas pessoas.
Nos dá uma dimensão, de que, apesar de tantas mudanças, tantos rumos tomados, porém o homem continua firme em sua fé, buscando bençãos e explicações, para as coisas que ele não consegue explicar.
Bete do Intercambiando a 11 de Julho de 2012 às 00:45

Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


links
PESQUISAR
 
VISITANTES

contador de visitas
NOSSOS AMIGOS
blogs SAPO