Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

20
Jul 13
Estava revendo alguns posts e encontrei esse escrito há 2 anos atrás. Resolvi reproduzí-lo, por motivos óbvios.

 

"Nos propusemos, neste blog, a falar das  sabedorias do povo, mas, acredito que podemos estender nossos assuntos, também pelas sabedorias especiais, para aqueles saberes que transformam o mundo.....A de hoje, é a Sabedoria que Encanta!...Não posso deixar de postar uma das maravilhas feitas pelas mãos do homem: A Fonte Luminosa Burj Dubai, desenhada pela Wet Design, a mesma empresa que desenhou as famosas fontes do Hotel Bellagio de Las Vegas.

A fonte luminosa Burj Dubai é a mais alta do mundo. Custou mais de 200 milhões de euros, é iluminada por mais de 6.500 luzes e 50 projectores de diversas cores. São 275 metros de comprimento e uma capacidade para “disparar” água a  150 metros de altura…

Claro, que o mundo todo já viu, mas o que é Belo é prá se mostrar.

O fundo musical é dos anjos! Sarah Brigthman e Andrea Bocelli!

 

 
Nossos agradecimentos a João Pinheiro pelo vídeo.
publicado por Bete do Intercambiando às 23:05

05
Out 11

Outubro chegou, e com ele, a Flor de Outubro, que é uma espécie da família das cactáceas, com folhas iguais às da Flor de Maio, porém com as flores um pouco diferentes.

 

 

FLOR DE OUTUBRO

 

 

FLOR DE MAIO

 

E à noite as flores de Outubro se fecham

 

Para voltarem no dia seguinte com todo seu esplendor

 

 

 

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 03:06

15
Set 11

O poeta, assim dizia:

 

Minha terra tem
palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam
como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais
flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em
cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem
palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais
não encontro eu cá;
Em cismar — sozinho, à noite —
Mais prazer encontro eu
lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus
que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os
primores
Que não encontro por cá;
Sem qu’inda aviste as palmeiras,
Onde
canta o Sabiá."

 

Em sua Canção do Exílio, Gonçalves Dias nos brinda com este lindo poema, nos lembrando o quanto a terra natal nos parece mais bela que outras.Talvez, poque nela tenhamos passado os melhores momentos de nossas vidas: A nossa infância!

Minha terra tem Palmeiras, mas não muitas, mas tem Ipês!...Tantos que até lhe emprestaram o nome: Ipeúna, que significa, Ipê Preto, este porém, nunca vimos por lá. Mas, temos os amarelos, brancos, rosas, roxos, que colorem nossa pequena cidade, inclusive no inverno.

Mas, tem também, seringueiras solitárias,  a soltar seus galhos que se agarram à terra, e ficamos sem saber, se é um galho, ou uma raiz

Minha terra tem montanhas, que ao longe, algumas vezes nos parecem de um azul das profundezas do Oceano,

 e quando nos aproximamos, nos sentimos tão pequenos diante delas

Muitas aves gorjeiam por lá

Os sanhaços azuis 

Anus Pretos

Os verdes e alegres periquitos

Gralhas ensurdecedoras

Como diz o poeta: "minha terra tem primores", e, entre eles, os amigos que lá deixamos, e que, de vez em quando corremos matar as saudades!

Um grande abraço a eles que, carinhosamente, nos enviaram estas fotos.

Com excessão do Ipê Amarelo, enviado por outro amigo querido, o Zé Zuppani, todas as outras fotos são das cercanias de Ipeúna/SP/Brasil

E o sabiá, ainda não foi desta vez!

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 02:39

13
Dez 10

Fizemos 2 postagens aqui, sobre as "Cidades do Bem viver"  http://sabedoriapopular.blogs.sapo.pt/28114.html  e  http://intercambiando.blogs.sapo.pt/32929.html  , e, no decorrer das pesquisas, descobrimos que Portugal também já tem as "Suas"!

 

Como sou brasileira, e não portuguesa, postarei aqui apenas uma foto de cada uma delas, pois me parece que até o momento são 4 cidades. 

 

Se passar por aqui algum morador destas cidades, que queiram dar seu testemunho, basta entrar em "PARTICIPAR DO BLOG", pois êste é um blog aberto ao público, e nos dará imensa alegria participantes interessados em divulgar as culturas regionais. Gostaríamos muito de saber, também, se estas cidades obtiveram algum benefício de qualidade de vida de seus moradores após a adesão ao programa.O que mudou desde então!

 

 

LAGOA

 

 

 

 

SILVES 

 

 

 

SÃO BRÁS DO ALPORTEL

 

 

 

TAVIRA

 

 

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 20:53

19
Out 10

No meio do caminho

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

 

Quero dedicar este poema de Carlos Drumond de Andrade, à minha filha e seus amigos desbravadores de "pedras no meio do caminho".Se quiserem ver suas aventuras deem uma expiadinha no  http://intercambiando.blogs.sapo.pt/26065.html   .

Este poema foi publicado  em 1928 na  modernista "Revista de Antropofagia", e muito criticado, então!

  

Dificilmente há quem não o conheça!...Talvez tenham sido as próprias críticas da época que o tenham marcado tanto!

Acabou virando uma marca registrada de Carlos Drumond de Andrade que, mais tarde, em 1967, acabou lançando um livro " Uma Pedra no meio do Caminho-Biografia de um Poema".

 

 

 

...Não é difícl encontrar quem não se identifique!!!

 

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 20:42

07
Out 10

 

 

Nem sei por onde começar...

Se, criticando os modos inqualificáveis como o Presidente do Governo Regional da Madeira, geralmente fala...se aplaudindo o seu trabalho como governante...

O seu jeito de comunicar, tanto me leva ao riso como à raiva...e creio que todos os portugueses têm uma opinião sobre isto...

Agora que o homem sabe trabalhar, também é verdade...

E não deixa os seus créditos por mãos alheias...

Pelo menos para turista ver!

Se eu tiver que sintetizar em duas palavras a imagem que me ficou desta viagem à Madeira, será talvez Turismo e Profissionalismo! Mas não chega...Eficácia, Exigência, Qualidade, Estratégia, Investimento, além de Beleza, Beleza, Beleza...

Nada se faz de um dia para o outro.

Notei bem a diferença, desde que lá estive há mais de 30 anos...Não se compara.

Mas...e quem vive lá...o que pensa?..que a "Fachada" está bonita,aquela que o turista vê,  mas o interior onde vive o povo madeirense, e onde se deram as derrocadas de 20 de Fevereiro, continua à espera de ajuda!

Vi trabalhos ciclópicos de regularização do leito das ribeiras...e gostei.

Acredito também que todos voltarão a ter as suas casas reconstruídas e ainda mais floridas...

Mas tudo tem o seu tempo...

Uma questão de prioridades...

E entraríamos aqui numa discussão filosófica sem fim à vista...

Alberto João...estás perdoado...

 

 

publicado por Belisa Vaio às 08:26

05
Out 10

A Sabedoria Popular, sempre nos surpreende! Achei genial êste aproveitamento das garrafas Pet!

Bom para nós e o meio ambiente também! Muito melhor que prendedores aramados e/ou comprados!

 

 

 

Corte logo abaixo do gargalo usando tesoura ou outro cortador

 

 

 

 

Passe o saco plástico por dentro do gargalo cortado

 

 

 

Depois basta fechar com a tampa. Pode  ser usado nas embalagens de mantimentos, pães etc

publicado por Bete do Intercambiando às 03:30

02
Set 10

Domingo às 17:30 hs liguei para minha filha que mora em Curitiba, e ela me disse: Adivinhe onde estou?...Claro que eu jamais poderia imaginar que àquela hora ela estaria, no Cume de um morro.

Na verdade o passeio seria para o Pico Paraná, que é o 5º maior Pico brasileiro, o maior da região sul, e faz parte da cadeia de montanhas que compõem a Serra do Mar.... Mas como saíram um pouco tarde, acabaram ficando a 1/3 do caminho, no Morro do Getúlio. Isso tudo fica a mais ou menos 1 1/2 hora, de carro de Curitiba.

Imaginem se fiquei pouco aflita, pois dentro de meia hora já estaria tudo escuro.

Bem, mas pontos mesmo foi para o marido e a filha que ficaram em casa, esperando.....e sem reclamar!

publicado por Bete do Intercambiando às 16:33

18
Ago 10

 

 

Como dizia alguém...A Tradição já não é o que era...

Seja lá com que justificações forem...o tempo e os tempos estão mudados!

De facto, e para mim que continuo convictamente a acreditar na sabedoria popular, já estava a ficar um pouco cansada de um mês de Agosto tão quente, em todos os aspectos, seja pelo calor que vem do alto, seja pelas chamas de tantos incêndios...

Mas aí está! Não foi logo no dia 1 , mas,  finalmente acordei hoje com um dia cinzento, fresco, a chamar a nostalgia, a convidar à recolha do pensamento...

Eu sei...e para quem está de férias? O sol?, a praia? o mar?...e , penso eu, e o stress? Sim...porque , a maior parte das férias, são mais para cansar do que para descansar! Ou não? A maior parte das vezes, o regresso ao trabalho, à rotina, traz,  de facto, o descanso!!! Isto foi um à-parte...

Dizia eu...

Os antigos lá sabiam do que falavam quando nos deixaram esta mensagem...1º.de Agosto...1º.de Inverno...

Sim, porque é nesta altura do ano que se começa a preparar a chegada do inverno...

Quem ainda tem a benção de viver no campo, ecológico, biológico, sem pesticidas e afins,  sabe...

...que se começam a recolher as frutas e a guardá-las em camas de palha, em locais frescos e escuros...estou a lembrar-me das maçãs...das pêras...dos melões (havia de chegar sempre um a Dia de Natal!)...

...a ir pelos pinhais, carregar carros de lenha para alimentar lareiras no frio...

... a ceifar as searas e fazer as medas de palha com que se alimentam os animais no inverno...

... a levar cabras e ovelhas a pastar no restolho - as sementes que ficam caídas na terra depois das colheitas - e ajudam a dar um sabor especial ao leite de que se fará queijo (adoro o do Zambujal...)...

Que saudades...

É melhor ficar por aqui...

 

publicado por Belisa Vaio às 09:31

25
Jul 10

Ontem, minha amiga Belisa, falando sobre as "alcunhas", fez nos lembrar das peculiaridades de nossa pequena cidade de Ipeúna-SP-Brasil.

Como toda cidade pequena, o progresso por aqui sempre demorou muito a chegar, e até bem pouco tempo atrás ( uns 15 anos mais ou menos), não tínhamos supermercados, como se conhece hoje....Tínhamos as "vendas". Era a venda d'Oride, a venda do Cilico, a venda do Juca.

Das três, a que restou, a d'Oride, é hoje um ótimo supermercado, pertencente à rede Smart....Oride, Eurides, na verdade, infelizmente já faleceu. Os filhos é que tocam o Supermercado.

Mas, ainda hoje, quando se precisa de alguma coisa de lá, a gente fala:...Vou até a venda d'Oride!...E assim  será até que esta geração termine!!!!!

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 22:04

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


links
PESQUISAR
 
VISITANTES

contador de visitas
NOSSOS AMIGOS
blogs SAPO