Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

20
Jul 13
Estava revendo alguns posts e encontrei esse escrito há 2 anos atrás. Resolvi reproduzí-lo, por motivos óbvios.

 

"Nos propusemos, neste blog, a falar das  sabedorias do povo, mas, acredito que podemos estender nossos assuntos, também pelas sabedorias especiais, para aqueles saberes que transformam o mundo.....A de hoje, é a Sabedoria que Encanta!...Não posso deixar de postar uma das maravilhas feitas pelas mãos do homem: A Fonte Luminosa Burj Dubai, desenhada pela Wet Design, a mesma empresa que desenhou as famosas fontes do Hotel Bellagio de Las Vegas.

A fonte luminosa Burj Dubai é a mais alta do mundo. Custou mais de 200 milhões de euros, é iluminada por mais de 6.500 luzes e 50 projectores de diversas cores. São 275 metros de comprimento e uma capacidade para “disparar” água a  150 metros de altura…

Claro, que o mundo todo já viu, mas o que é Belo é prá se mostrar.

O fundo musical é dos anjos! Sarah Brigthman e Andrea Bocelli!

 

 
Nossos agradecimentos a João Pinheiro pelo vídeo.
publicado por Bete do Intercambiando às 23:05

19
Jan 13

Morei alguns anos em Santos/SP/Brasil!

Lá, a alguns anos atrás foi oferecido uma série de isenções de impostos e incentivos aos proprietários de imóveis antigos, do começo do século XX. A região central da cidade, antes disso, era bastante deprimente e antro de drogados e prostitutas, o que não animava a estes proprietários investir nas próprias propriedades.

 

Contudo, sempre tem pessoas arrojadas e bem intencionadas que não medem esforços para preservar a história, sem perder o conforto e adaptando-os à modernidade.

Tive oportunidade de entrar em alguns desses imóveis quando lá residi e fiquei deslumbrada com o que o bom gosto, o conhecimento arquitetônico e um bom investimento podem conseguir.

 

Um destes que me impressionou muito foi a sede da Construtora Phoenix que, outrora, havia sido o Palacio da banca Italiana Di Sconto, construído em 1920, na época áurea do café. Em estilo Florentino o prédio possuía todos os seus móveis, guichês, etc. realizados pelo Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo.

Na restauração foram preservadas todas as características da fachada

 

e todos os brasões do salão principal

 

 

 

Segundo o blog Netuno Artes (http://netunoartes.blogspot.com.br/2011/11/predio-da-construtora-phoenix.html), este salão recebeu três mil folhas de ouro aplicadas nos revestimentos dos detalhes das 24 molduras com brasões que representam provincias italianas.

 

Vou ficar devendo, por enquanto, as fotos do lustre central em estilo Império e com cristais tchecos.

 

Esta restauração, além de recuperar o patrimônio histórico, acabou projetando ainda mais a construtora que recebeu inúmeros prêmios na ocasião. A quem quiser saber mais sobre a reforma e a construtora clique aqui.

publicado por Bete do Intercambiando às 16:06

03
Set 12

Escrevi há meses atrás no Intercambiando sobre o  Maracatu, que é uma manifestação da cultura popular brasileira, mais propriamente do Nordeste. Ontem fazendo um trabalho sobre o assunto para a faculdade, encontrei um texto bastante interessante e poético, escrito provavelmente nos anos 40 por Mario Sette ( 1886/1950), um escritor Pernambucano.

Reproduzo o texto aqui, que foi extraído de seu livro " Maxombas e Maracatus", com as fotos cedidas por um amigo italiano que esteve este ano em Nazaré da Mata (PE) e registrou estes momentos. Notem que entre o texto e as fotos passaram-se aproximadamente 60 anos, mas parecem foram feitos um para o outro.

 

“Eram típicos no carnaval de antigamente. típicos, numerosos, importantes, suntuosos. No meio do vozerio da mascarada, dominando as marchas dos cordões, ouvia-se ainda longe o rumor constante, uniforme, monótono dos atabaques:

Bum…bum…bum…bum…
Bum…bum…bum…bum…

 

 

 

                       

Era um maracatu. Havia os que gostavam dele e esperavam-no com curiosidade. Havia os que protestavam contra a revivescência africana e resmungavam.

Bum…bum…bum…bum…

No fim da rua, por cima do povo, surgia o grande chapéu de sol vermelho, rodando, oscilando, curvando-se.

 

 

E o batuque cada vez mais perto, mais perto. Dali a pouco desfilava o cortejo real dos negros.

 

 

 

Vinha o rico estandarte com cores vivas e bordados a ouro.

 

 

Seguiam-se as alas de mulheres ostentando turbantes, saias bem rodadas, corpetes enfeitados de vidrilhos. Traziam fetiches religiosos nas mãos.

 

 

 

Depois o Rei e a Rainha, em trajes majestosos, debaixo da ampla umbela de seda encarnada com franjas douradas. Empunhavam os cetros, vestiam longos mantos, e tinham cabeças coroadas.

 

 

Na retaguarda do préstito, os atabaques, as marimbas, os congás, os pandeiros, as buzinas… As canções que todos entoavam eram ordinariamente nostálgicas, como uma ancestral saudade da terra de berço, ficada tão distante. Costumavam também cantar assim:

 

 

Bravos, Ioio! Maracatu Já chegou.
Bravos, Iaia! Maracatu vai passar.

 

Uma das mulheres empunhava uma grande boneca de pano toda engalanada de fitas, e repetia numa toada dolente:

 

A boneca é de seda…
A boneca é de seda…

 

 

 

Os maracatus paravam em frente às casas dos protetores e ali dançavam durante alguns minutos. Antigamente licenciavam-se dezenas deles e apresentavam-se com verdadeiro luxo. Nas sedes havia demoradas festas, com danças e batuques, a que assistiam os soberanos sob um dossel de veludo

 

 

Todos os negros da costa, tão comuns no Recife de ontem, aqueles mesmos que se reuniam , também, religiosamente, na Igreja do Rosário, lá se achavam para tomar parte no toques. O maracatu hoje escasseia e já não tem mais o esplendor de antes. Em menino eu tinha medo dos maracatus.

 

 

Medo e como uma espécie de piedade intraduzível. Aqueles passos de dança, aqueles trajes esquisitos, aqueles cantos dolentes, me davam uma agonia…Eu me encolhia todo, juntando-me à saia de chita de minha mãe preta, com receio talvez de que os negros do maracatu a levassem também. E eu não sabia ainda ser o maracatu uma saudade…Hoje é que a compreendo, que a sinto, recordando os maracatus de minha infância e de minha terra, vendo os carnavais de outras cidades e de outra época… Parece-me perceber ainda o batuque longínquo, cada vez mais remoto, cada vez mais indeciso, quando, na alta noite da terça-feira, no silêncio e na tristeza do Carnaval acabado, o derradeiro maracatu se recolhia à sede…

Bum…bum…bum…bum…
Bum…bum…bum…bum…

E lá se ia, como se foi, o meu maracatu de menino…”

 

 Texto extraído do blog http://maracatu.org.br/o-maracatu/breve-historia/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 18:36

07
Nov 11

O homem quando ele quer, encanta!

Encanta nas artes, na engenharia, na arquitetura, na solidariedade!...Tudo é possível, quando ele se Propõe!

Tem um comercial de farinha que circula pela internet já há algum tempo, que mostra esta faceta humana: encantar a partir de um recurso qualquer: Aqui, a partir da farinha!...Muito lindo e delicado!

 

publicado por Bete do Intercambiando às 02:30

05
Out 11

Outubro chegou, e com ele, a Flor de Outubro, que é uma espécie da família das cactáceas, com folhas iguais às da Flor de Maio, porém com as flores um pouco diferentes.

 

 

FLOR DE OUTUBRO

 

 

FLOR DE MAIO

 

E à noite as flores de Outubro se fecham

 

Para voltarem no dia seguinte com todo seu esplendor

 

 

 

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 03:06

04
Abr 11

Tenho falado lá no Intercambiando sobre meus novos amigos, jovens ( 16, 18 anos), e do quanto  tem me feito bem conviver com eles, e observar a gama de interesses e de talentos que os envolve!...Estudo com eles, os observo, e vejo neles,  vencedores!

 

Mas, este, que aqui posto um poema, hoje, Zé Zuppani, jovem também, não estudamos juntos!....Conheço-o pessoalmente, de uma única vez, mas seus trabalhos com fotografia, quando os recebo é sempre uma agradável surpresa...Imagens captadas por olhos experientes e talentosos.

 

Já publicamos aqui mesmo,  no Sabedoria, um trabalho seu!...Tem mais alguns trabalhos lá nas Mil e uma faces do Brasil , também!....Mas, aos que quiserem ver seu talento e da família toda ( pai e irmão), por completo, visitem o http://www.fotonatural.com.br  . Ah!...Ele tem um blog também http://infotoarte.blogspot.com/

 

Mas, vamos ao poema, que tenho certeza, gostarão!

 

O nome do poema é VEGETARIAMOS

                                                                                 

 

                                                                                           

sol,

tanto e grande sol!

fama de astro, de drama, em chama.

raios de energia, geração de vida no planeta estufa.

folhas e mais folhas. Verdes folhas molhadas de chuva!

lindos pedaços verdes de poderosíssima evolução. Da luz se faz

alimento aos bichos e nós...bichos. Frutificamos da energia solar.

verdadeiros frutos dessa copa hão de vir, é época. Porém, antes,

lindas flores a desabotoar; coloridas de delicadeza. Néctar

aos visitantes que de tamanha sede não percebem o que

estão a fecundar. Sim, os recomendáveis frutos

de nossa dieta. Lambuzados em suculência e

deliciado pelos frutos esquecemos suas

sementes ao chão. Germinam

novos troncos.

tronco casca,

seguro forte.

casca e látex,

seiva de lucro.

madeira de lei

sem lei. Início do

fim. Madeira imóvel

aos nossos móveis, um

eterno monumento à morte.

esperança! raízes filtram o caos,

a lama. água; terra; crianças. nossa

ultima raiz.

 

 

 

 Este é um de seus trabalhos fotográficos que gosto muuuuiiittto mesmo!

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 22:43

04
Fev 11

Como apagar fogo em óleo quente:

 

É bom saber como agir.


Caso você esqueça no fogo a panela ou frigideira com óleo, e esse pegue fogo, NÃO ENTRE EM PÂNICO!


Siga as instruções abaixo. Repasse aos seus amigos, ensine seus empregados, mostre aos seus filhos.

 

1. DESLIGUE O FOGO
2. MOLHE um pano, torça-o, retirando o excesso de água, para que este NÃO PINGUE.
3. Coloque o pano sobre a panela/frigideira e espere até que esfrie (não saia mais vapor).
4. NUNCA TENTE MOVER A PANELA ou a FRIGIDEIRA
5. NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA - NUNCA JOGUE ÁGUA,
pois os respingos carregarão fogo junto e os efeitos são devastadores.

 

Veja o filme!


Não guarde essa informação só para você.

 

 

 __________________________________________________________________________________________________________________

 

 

Como Ganhar Dinheiro na Internet
publicado por Bete do Intercambiando às 22:44

13
Jan 11

O chimichurri é um tempero tradicional para carnes e churrascos, mas tive uma surpresa bem agradável, com um peixe comido na Rua do Porto em Piracicaba/SP/Brasil.

 

Um restaurante muito simpático, com gente bonita, não tivemos dúvida em parar lá e pedir Filhote Assado! ( que até agora não sei que peixe é esse!).

 

Bem, veio o tal Filhote Assado no sal grosso, e por cima um molho de manteiga, com alguma coisa que não identificamos de imediato o que seria, apenas que era muito, muuuiiiittto bom!

 

Dias depois, por indicação de minha prima, comprei chimichurri, que aqui tem para vender também em saquinhos, e foi então que identificamos o que tinha misturado à manteiga que cobria o tal Filhote!...

 

Depois disso, passei a usá-lo nos peixes que faço em casa, sempre com sucesso!...

 

Ontem, uma notícia triste: A Rua do Porto, com o excesso de chuvas, foi totalmente invadida pelo Rio Piracicaba, e os comerciantes daquela região perderam tudo!

 

 

 

 Foto do Rio Piracicaba

 

 

Mostrando a cidade e o Rio

 

 

A R. do Porto, debaixo d'água!

 

 

 

 Foto gentilmente cedida por Silvio do http://silviomarchini.blogspot.com

 

 

Como Ganhar Dinheiro na Internet
publicado por Bete do Intercambiando às 17:53

04
Jan 11

Nossa amiga Isabel, que já não participa mais de nosso blog como autora, faz anos hoje!...

E nós, continuamos desejando a ela toda felicidade do mundo, e, quero fazer minhas,  estas palavras deste vídeo:

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 02:29

23
Dez 10

Antigamente, virava e mexia, eu me descontentava com meu trabalho!...Até que um dia, Therezinha me contou uma fábula, que pus em prática, algumas vezes, prá nunca mais reclamar de nada!

 

Quero deixá-la aqui, como uma verdadeira Sabedoria Popular, que enriquece aos que a ela prestam atenção!

 

"Tinha um pastor que vivia feliz com sua esposa e 4 filhos, até o dia que o sogro faleceu e a sogra veio morar em sua casa!

 

O pastor descontente com a situação foi falar com o sábio da aldeia!

 

O sábio lhe disse:  - Faz o seguinte: Leva prá dentro de tua casa uma de tuas cabras, para que ela habite com a família!

 

O pastor achou um disparate, mas não pensou duas vezes prá seguir os preceitos do mestre!

 

Passados alguns dias, com a situação a piorar, voltou a falar com o mestre que lhe recomendou : - Faz o seguinte: Leva mais uma de tuas cabras prá coabitar com vocês!

 

Claro, que o pastor achou um absurdo total, mas seguiu a recomendação!

 

Assim foi até o ponto do pastor já estar com 4 cabras dentro de casa, mais a esposa, os 4 filhos, e a SOGRA!

 

A situação tornou-se tão insuportável que o pastor se rebelou e foi ter com o mestre, já bastante irritado com aquilo tudo!

 

E teve a recomendação final: - Então, agora faça o seguinte: - Tire as 4 cabras de dentro de casa, e volte  daqui alguns dias!

 

Na sua volta  o mestre lhe perguntou: E então, como está indo a família?

 

E o pastor:  - Nunca fomos tão felizes!"

_________________________________________________________________________________________________________________

 

 

Hoje, quando pinta um descontentamentozinho corro logo me lembrar das cabras que já coloquei em minha vida, e me lembro do quanto sou Feliz!...Se isso não for suficiente, corro logo arrumar uma "cabra" prá me fazer lembrar!

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 18:30

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


links
PESQUISAR
 
VISITANTES

contador de visitas
NOSSOS AMIGOS
subscrever feeds
blogs SAPO