Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

10
Jun 10

 

 

 

Belisa e eu nos conhecemos aqui através de nossos blogs e uma amizade cheia de afinidades nos aproxima a cada dia!...

Resolvemos criar este novo Blog, onde pretendemos conhecer novas pessoas, e um pouco de suas culturas em torno da sua Sabedoria Popular.

Belisa é Portuguesa de Cantanhede, eu brasileira de Americana-SP.

Estava eu, um dia andando pelas ruas de Santos, onde então residia, e um papel voava à minha frente, à ponto de parecer que vinha até mim. Não tive dúvidas e juntei-o e tive uma agradável surpresa. Era um panfleto da Fraternidade Rosacruz, que é uma doutrina cujo objetivo é o desenvolvimento humano, respeitando as individualidades e melhorando seu espírito de fraternidade.

O panfleto falava, entre outras coisas, sobre a Caixinha da Prosperidade, que achei algo muito útil e desde então passei a utilizá-la, e vou tentar reproduzir aqui.

 

 

"Tome uma caixinha qualquer e escreva nela Caixinha da Prosperidade.Todos os dias num determinado horário, de preferência sempre no mesmo, deposite ali uma quantia qualquer, que não lhe onere o orçamento e não vá lhe fazer falta. Sente-se confortavelmente e procure limpar seus pensamentos, de preferência não pensar em nada, mas como isso não é fácil, concentre-se em algum pedido que gostaria de fazer ao Cosmos. Permaneça assim por uns 15 minutos. Lá não falava, mas eu gosto de acender uma vela e pensar em Jesus, ver sua luz me aquecendo e iluminando as pessoas que amo. No panfleto deixava claro que não se deveria fazer nenhuma analogia com o dinheiro depositado e o pedido a ser feito.

Faça isso por 45 dias, após o que o dinheiro deverá ser doado a alguém que necessite ou uma Instituição, pois, segundo eles, o dinheiro deve "circular" para que tenha seu propósito e traga resultados positivos às pessoas".

 

 

Não saberia dizer se realmente me trouxe prosperidade, mas toda vez que faço a "caixinha" sou inundada por um "mar de coisas boas", que vão desde paz de espírito, satisfação nos relacionamentos, e, até, porque não, uma melhoria significativa em minha vida financeira.

 

Espero que gostem e venham a contribuir cada um com sua Sabedoria!

publicado por Bete do Intercambiando às 23:46

 

 

 

https://1.bp.blogspot.com/_dQmGJnfvapc/R9qKOzFmi4I/AAAAAAAAACc/ninwUR5g6jU/s320/Andorinhas.jpg

 

Acabo de colocar aqui esta linda imagem de andorinhas voando e...

antes de seguir pelo caminho que minha Amiga Bete e eu começamos a fazer juntas, alimentando este Blog a partir de hoje...

sinto que acertei em cheio...

Na verdade, as andorinhas são aves migratórias...partem e chegam...procuram o calor e para nós, no Hemisfério Norte, anunciam a chegada da Primavera!

Pois estas andorinhas que aqui voam, vão servir-se deste Blog para atravessar o Oceano Atlântico , levando e trazendo saudades...saudades de tempos idos, de tempos que nos deixaram ensinamentos e memórias e ficaram guardados na Sabedoria Popular...

 

Aqui em Portugal é quase Verão...mas o mês de Junho está tímido...arrefeceu e tem chovido...e assim será por mais alguns dias...

Porque estou com esta conversa?

Porque há pouco cruzei com uma andorinha, em voo rasante ao chão, à terra,...elas que cruzam os céus , poisam no alto dos fios de electricidade e fazem ninhos nos beirais dos telhados das nossas  casas!

E pensei de repente: Vem lá mais chuva... é sempre verdade,  porque as andorinhas adivinham!!!

Então, vi-me ainda criança, á janela do rés-do-chão da casa onde vivi em Condeixa-a-Nova, quando frequentava a escola primária.

Quando o tempo permitia e se eu não ía brincar com as minhas amiguinhas, ficava à janela a ver quem passava...

Era assim naquela época...anos 50...

Ainda não tinha chegado a televisão e a telefonia ligava-se para ouvir notícias...por isso a janela era uma distração...e eu gostava...

Gostava, especialmente, de ver as andorinhas de um lado para o outro, a voar rente ao passeio...eu seguia-as com o olhar e achava graça quando elas a dada altura. faziam meia volta e voltavam a passar debaixo dos meus olhos...era um belo passatempo...

E, nessa altura, dizia-se que esse voar rente ao  chão era a Adivinhar Chuva! Era verdade...mais dia menos dia chovia mesmo...

Hoje, continuo a acreditar nas andorinhas...porque o tempo está cinzento e a chuva não tarda aí..

 

 

Nota: Hoje é dia 10 de Junho...

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades de Língua Portuguesa...

A mesma Língua que colocou a Bete e eu, na rota do conhecimento mútuo, nesta auto-estrada da comunicação que é a Internet...

Que feliz dia para iniciar um Blog com as características deste: Trazer ao de cimo A Sabedoria Popular!

Que sejamos dignas dos seus ensinamentos!

publicado por Belisa Vaio às 23:17

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
15
17
18

20
21
22
25
26

27
29


links
PESQUISAR
 
subscrever feeds
blogs SAPO