Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

04
Abr 11

Tenho falado lá no Intercambiando sobre meus novos amigos, jovens ( 16, 18 anos), e do quanto  tem me feito bem conviver com eles, e observar a gama de interesses e de talentos que os envolve!...Estudo com eles, os observo, e vejo neles,  vencedores!

 

Mas, este, que aqui posto um poema, hoje, Zé Zuppani, jovem também, não estudamos juntos!....Conheço-o pessoalmente, de uma única vez, mas seus trabalhos com fotografia, quando os recebo é sempre uma agradável surpresa...Imagens captadas por olhos experientes e talentosos.

 

Já publicamos aqui mesmo,  no Sabedoria, um trabalho seu!...Tem mais alguns trabalhos lá nas Mil e uma faces do Brasil , também!....Mas, aos que quiserem ver seu talento e da família toda ( pai e irmão), por completo, visitem o http://www.fotonatural.com.br  . Ah!...Ele tem um blog também http://infotoarte.blogspot.com/

 

Mas, vamos ao poema, que tenho certeza, gostarão!

 

O nome do poema é VEGETARIAMOS

                                                                                 

 

                                                                                           

sol,

tanto e grande sol!

fama de astro, de drama, em chama.

raios de energia, geração de vida no planeta estufa.

folhas e mais folhas. Verdes folhas molhadas de chuva!

lindos pedaços verdes de poderosíssima evolução. Da luz se faz

alimento aos bichos e nós...bichos. Frutificamos da energia solar.

verdadeiros frutos dessa copa hão de vir, é época. Porém, antes,

lindas flores a desabotoar; coloridas de delicadeza. Néctar

aos visitantes que de tamanha sede não percebem o que

estão a fecundar. Sim, os recomendáveis frutos

de nossa dieta. Lambuzados em suculência e

deliciado pelos frutos esquecemos suas

sementes ao chão. Germinam

novos troncos.

tronco casca,

seguro forte.

casca e látex,

seiva de lucro.

madeira de lei

sem lei. Início do

fim. Madeira imóvel

aos nossos móveis, um

eterno monumento à morte.

esperança! raízes filtram o caos,

a lama. água; terra; crianças. nossa

ultima raiz.

 

 

 

 Este é um de seus trabalhos fotográficos que gosto muuuuiiittto mesmo!

 

 

 

publicado por Bete do Intercambiando às 22:43

Nossa Bete muito legal o site deles:

No link : Nosso conceito, que coisa bonito foi escrito, realmente temos muitas imagens para visualizar ao nosso redor.

Que Poema maravilhoso, posta mais amei.
urcdan a 5 de Abril de 2011 às 15:30

Olá Danubia
Que bom que tenha gostado!...Este menino tem muito talento, ele, o pai, e o irmão fazem um lindo trabalho com fotografias, e nos fazem ver algumas coisas, por angulos que desconhecemos....
Um Abraço
Bete

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

18
19
20
22
23

25
26
28
29
30


links
PESQUISAR
 
subscrever feeds
blogs SAPO