Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SABEDORIA POPULAR

Este blog pretende apenas contar histórias de lá e de cá. De tu, de mim, de nós! Não tem ambições...apenas desejos de encontro!

SABEDORIA POPULAR

Este blog pretende apenas contar histórias de lá e de cá. De tu, de mim, de nós! Não tem ambições...apenas desejos de encontro!

CRISE - alavanca para a solidariedade

 

O que todos temíamos é mesmo verdade: o povo português está a atravessar um período que ficará na História pelos piores motivos: uma Crise económica, financeira, de valores, de cultura, de saúde, de educação...que sei eu?!...

Estamos sem palavras e sem respostas para tantas perguntas. Também me sinto confusa e atordoada! Quem não o está, com as medidas anunciadas por quem decide? Bem ou mal...a ver vamos! De que adianta apontar os políticos culpados? E nós...não teremos também vivido, na nossa economia doméstica, muito acima das nossas posses?  

Apenas temos a consciência de que estamos num beco sem saída e a solução é... dar a volta!

Manda o bom senso que não adianta entrar em pânico, embora saibamos que  "em casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão!".

Vem este tema a propósito de uma Boa Notícia que li, sobre a solidariedade que se está a desenvolver nas Universidades, transformando  as praxes académicas de início do ano escolar, em acções de recolha e partilha de bens, dentro e fora das escolas. 

Afinal a esperança num Mundo melhor continua viva e actuante e o exemplo dos nossos jovens pode também servir-nos de mote para transformar a "Crise" em algo muito produtivo, em termos de valores.

Não vamos precisar ir muito longe nem justificar a nossa inércia com distâncias relativas. Ao nosso lado, o nosso vizinho, está com certeza pior do que nós. Ou porque está desempregado, ou entrou em depressão, ou porque a família é grande e as contas muitas. Ou precisa da nossa atenção e tão somente de uma palavra de esperança.

Por norma costumamos ser muito sensíveis às desgraças alheias. Campanhas de solidariedade, com mais ou menos visibilidade, movem montanhas e muitas vezes ficam armazenadas em contentores de esquecimento.

Agora não vamos precisar de tanta publicidade. Vamos, sim, estar atentos à nossa volta e partilhar tudo o que nos for possível. Especialmente que, perto de nós,  ninguém passe fome. Porque já há muita fome escondida!

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.