Este é um blog aberto ao público, para que aqui deixe sua postagem a respeito do tema em seu país. Pode ser a Sabedoria Popular em qualquer área: Saúde, Beleza, Vida, Particularidades Culturais, Religião, Arte.

27
Nov 11

A partir de hoje temos mais um motivo de orgulho em sermos portugueses!

O Fado acaba de ser declarado pela Unesco como "Património Imaterial da Humanidade"!

Sem se conhecerem ao certo as suas origens, o Fado canta e chora na alma de cada português, quer nos típicos bairros de Lisboa, quer em qualquer recanto do mundo onde se fale a nossa língua...  

Com lágrimas de emoção e alegria , e  com a auto-estima reforçada, vamos continuar a confiar no futuro! 

 

    

Abri minha janela e era dia
Já alto vi o sol que me chamava
Dizendo-me que a noite que em mim via
Por fim, já consumira o que bastava.
Que é já tempo de ir p'ra rua
Mas ir com alma nua
Que é dia e o sol chama por mim.

P'ra ir cantando
P'la rua fora
Um novo fado de alegria
Sem demora
Que o tempo é pouco p'ra se dizer
Que já é hora
Mas é hora de viver.

Despi o manto negro da tristeza
Das noites que cantei p'ra não chorar
E ergui este meu canto à beleza
Do tanto que ainda tenho p'ra sonhar
Não me digam que morri
Pois eu nunca esqueci
Que é dia e o sol chama por mim.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Belisa Vaio às 14:36
tags: ,

30
Mar 11

Coloquei à pouco no Intercambiando, post sobre nossa viagem ao Masp, em São Paulo!...Encontramos, lá, também, um artista Portugues de Caldas da Rainha, José Vital Branco Malhoa!

 

Consta ter ele nascido em 1855, em Caldas da Rainha, e vindo a falecer em 1933, em Figueiró dos Vinhos, que, aliás, já procurei conhecer e me encantei com esta cidade, simpática e cheia de belezas naturais!

 

Confesso, também não o conhecia, mas amei seu trabalho!

 

O Ateliê do Estuário Simões de Almeida

 

 

 

O Ateliê do Artista

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 03:14

04
Jan 11

Nossa amiga Isabel, que já não participa mais de nosso blog como autora, faz anos hoje!...

E nós, continuamos desejando a ela toda felicidade do mundo, e, quero fazer minhas,  estas palavras deste vídeo:

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 02:29

13
Dez 10

Fizemos 2 postagens aqui, sobre as "Cidades do Bem viver"  http://sabedoriapopular.blogs.sapo.pt/28114.html  e  http://intercambiando.blogs.sapo.pt/32929.html  , e, no decorrer das pesquisas, descobrimos que Portugal também já tem as "Suas"!

 

Como sou brasileira, e não portuguesa, postarei aqui apenas uma foto de cada uma delas, pois me parece que até o momento são 4 cidades. 

 

Se passar por aqui algum morador destas cidades, que queiram dar seu testemunho, basta entrar em "PARTICIPAR DO BLOG", pois êste é um blog aberto ao público, e nos dará imensa alegria participantes interessados em divulgar as culturas regionais. Gostaríamos muito de saber, também, se estas cidades obtiveram algum benefício de qualidade de vida de seus moradores após a adesão ao programa.O que mudou desde então!

 

 

LAGOA

 

 

 

 

SILVES 

 

 

 

SÃO BRÁS DO ALPORTEL

 

 

 

TAVIRA

 

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 20:53

27
Nov 10

Gente, estou embasbacada!...

 

Pedro Cassiano Aguilar apareceu aqui no blog, e nos deixou seu espetacular poema, por inteiro!

 

Ele disse: Não sou um personagem fictício. Eu existo... eis o meu poema "Areias do Tempo":


Cada volta que o ponteiro do relógio dá
Acelera o passo da minha vida
Encurta minha história e antecipa meu fim
Que tem hora marcada pra chegar
Mas que eu desconheço

Cada um de nós é como um livro
Que guarda sua própria história
Com início, meio e fim
Nosso corpo é só uma casa onde a alma habita
E a morte é o último vôo de nossa alma
Que parte por não caber mais nessa casa
Como se quisesse começar uma nova história, um novo livro

Cada minuto que passa pode ser tudo que me resta para viver
Mas eu desperdiço o tempo como se ele fosse infinito
Penso, logo sei que existir é uma circunstância
Que a vida acontece num sopro de Deus
E a chama permanece acesa enquanto estamos vivos

Cada pessoa tem uma criança aprisionada dentro de si
A criança que fomos nunca muda
Nosso corpo é que envelhece ao redor dela
Eu queria viver minha infância toda outra vez
Mas a ampulheta do tempo eu não posso virar
Pedro Cassiano Aguillar a 27 de Novembro de 2010 às 21:16

 

Quando escrevi o Post " A Comoção por uma frase", não encontrei o menor vestígio dele, e supus que fizesse parte do imaginário de Elizabeth Jihn!

 

Pedi a ele que nos dê uma prova de sua existência ( rsrsrsrsrsrs)..... isto aqui está até parecendo coisa de outro mundo!

 

Pedro Cassiano Aguillar, o mundo quer te ver!

 

 

 

 

Segue link de seu comentário:   http://sabedoriapopular.blogs.sapo.pt/18317.html?thread=52621#t52621

 

 

Como Ganhar Dinheiro na Internet
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 23:47

28
Out 10

Ontem, nossa querida Maria publicou aqui um post sobre as ervas aromáticas, e nos fêz lembrar de uma receita de "abóbora com coentro" que faço, que, na verdade, fui eu mesma que inventei, mas nem por isso menos gostosa!...Minhas meninas, quando crianças aprenderam a gostar de abóboras, por conta dela!

 

Mas, antes de ir à receita, quando ela falou da substituição do sal, pelas ervas,acabei me recordando de algo bem engraçado!..É rápido, leva só um minutinho prá contar:

 

Papai, era um excelente cozinheiro, tudo que ele fazia ficava ótimo, mas, tinha a mão um pouco pesada no sal!...Eu, sempre às voltas com uma alimentação saudável, já vou bem mais devagar, e, às vezes lhe falava:- Nossa, tá com a mãozinha pesada no sal, hem?!!!!!

Êle, descendente de italianos, já respondia, fazendo voz de zangado: - Puta merda,(delicaaaado!!!) vocês, daqui a pouco vão comer sem sal, e achar que está salgado!..E não é, que mais do que uma vez, só fui me dar conta que havia esquecido o sal, quando já estava quase acabando de comer?...Aí, me lembro e dou risada!...E também fico com saudades...Muitas saudades!

 

Bem, mas vamos à receita:

 

Pegue uma abóbora madura, descasque e corte em cubos.Claro, que se a abóbora for muito grande, faça a quantia que lhe apetecer.

Faça um refogado com bastante cebola ( 1 ou 2), uns 3 dentes de alho, e acrescente a abóbora, e um pouco de sal.

Vá cozinhando até que vire uma papa, corrija o sal à gosto, acrescente um pouco de farinha de mandioca, apenas o suficiente para dar uma certa "liga" e, então acrescente um pouco de salsinha, cebolinha e um toque de coentro...Cuidado para não exagerar no coentro, pois pode alterar todo o prato...E cuidado tb com o sal, pois se salgar muito perde toda a graça.

 

Obs: Às vezes a própria consistência da abóbora,  leva-nos a achar a farinha de mandioca dispensável, mas é ela que vai dar também o diferencial do prato. Serve de acompanhamento para carnes, e indispensável também o arroz branco!....Se sobrar, pode deixar na geladeira e servir como acompanhamento frio numa próxima refeição, que, no caso vai substituir uma eventual salada.....Bom também!

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 16:30

30
Set 10

Em especial às amigas (os) de Portugal, que dizem, que o Português do Brasil é doce!

"METADE" interpretada por Oswaldo Montenegro!

 

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 04:37

21
Set 10

http://www.jf-soure.pt/images/s_mateus_b.jpg

 

NÃO PEÇAS A MORTE A DEUS...NEM CHUVA PELO S. MATEUS

 

Cresci a ouvir este ditado popular...e muitos foram os anos em que choveu MESMO no dia 21 de Setembro...

No entanto...a tradição já não é  o que era...e este ano, por estes lados, nem ameaças...apenas sol e calor...

 

Outra ténue recordação que tenho, do S.Mateus de Soure era da grande romaria anual, que ainda se realiza, com a expressão de fé dos romeiros que vão pagar suas promessas.

E dizia-se que as que mais agradavam ao Santo eram as de coisas roubadas...como milho entre outras...

(Vou informar-me melhor e mais tarde actualizar este texto...)

 

Do que me lembro muito bem, é do Rancho Típico de Paleão, lugar próximo da Capela de S.Mateus, e que dançava e cantava no adro...

 

"Namorei duas cachopas

Na noite de S.Mateus...

Uma era da Redinha

A outra era de Tapeus..."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Belisa Vaio às 23:03

12
Set 10

Comi, e com perdão da palavra, lambi os beiços!

Não como sempre, pois não acho muito saudável, mas de vez em quando, é tudo de bom!

Na verdade, panceta, é a parte da barriga do porco, onde tem bastante gordura, e apenas um filete de carne. Mesmo aqui no Brasil, nem todos conhecem-na por este nome. Alguns chamam de barriga mesmo, outros de toucinho, mas Panceta, parece bem mais apetitosa, não acham?

...E por falar em toucinho, existe uma expressão, bastante interessante com a palavra: "Já comi toucinho com mais cabelo"!...Quer dizer: Já enfrentei desgraça maior que a que estou atravessando!.....Aqui é muito pouco usada esta expressão...Estou prá dizer que vem daí....O que vocês me dizem?

Ah!...O pior vocês não sabem!

Eu já havia acabado de comer e lembrei-me de vocês!...Não tive dúvidas: Arrumei um novo prato, para poder compartilhar!...Abraços carinhosos a todos!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 21:01

09
Set 10

Está se mudando para Lisboa a Cantora de Jazz, americana, Stacey Kent.

Ontem, no Programa do Jô, ela contou em bom Português, com um delicioso sotaque Francês ( ela tem o francês, como sua segunda lingua), que optou por Lisboa, por ser uma cidade das mais agradáveis, sem ser grande demais.

Para quem desejar ver a entrevista na integra, basta acessar:http://programadojo.globo.com/programa/2010/09/08/cantora-stacey-kent-fala-sobre-sua-infancia/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
publicado por Bete do Intercambiando às 03:58

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


links
PESQUISAR
 
blogs SAPO